Câncer de Mama na Gravidez

Aconteceu perto do terceiro mês de gravidez... um nódulo no seio que a biopsia confirmou : Câncer de mama . Como
Read More
Câncer de Mama na Gravidez

Medicina Integrativa

Medicina Integrativa é um conceito que vem ganhando força em centros de tratamento oncológico ao redor do mundo. Consiste em
Read More
Medicina Integrativa

Violeta

Foi ha uns 12 anos atrás... Primeira consulta , primeiro contato.  Uma senhora distinta e elegante entra no consultorio. Chamava
Read More
Violeta

Treinando Jovens Médicos

São muitos os desafios da nossa especialidade. Talvez o maior deles seja a responsabilidade de formar um médico Residente em Oncologia. Porque
Read More
Treinando Jovens Médicos

Últimas publicações

  • Câncer de Mama na Gravidez

    Aconteceu perto do terceiro mês de gravidez… um nódulo no seio que a biopsia confirmou :

    Câncer de mama . Como muitas vezes acontece, a paciente  nos ensinou  como enfrentar essa situação delicada . Levantou a cabeça , foi atrás do tratamento e  fez a cirurgia para retirada do tumor rapidamente. Hoje vem completar  o ultimo ciclo de quimioterapia,  necessária para  a curabilidade . Os cabelos se foram mas vão voltar logo. A gestação segue normal e o ultrassom confirma : é uma menina .

    Vai ser corajosa como a mãe.

  • Medicina Integrativa

    Medicina Integrativa é um conceito que vem ganhando força em centros de tratamento oncológico ao redor do mundo. Consiste em colocar o foco do tratamento no paciente e não na doença. Envolve o fortalecimento da relação entre médico e paciente e o uso de tratamentos complementares JUNTO com os tratamentos convencionais

    Podemos lançar mão de técnicas  como acupuntura ,yoga, meditação, musicoterapia, shiatsu e outras  para complementar o tratamento oncológico tradicional

    19 Oct 2012 --- Woman engaging in yoga, outdoors --- Image by © Mareen Fischinger/Corbis

     

     

  • Violeta

    Foi ha uns 12 anos atrás… Primeira consulta , primeiro contato.  Uma senhora distinta e elegante entra no consultorio. Chamava a atenção pela  coloração dos seus  olhos , um raro e lindo tom de  azul violeta. Olhos que estavam tristes, marejados e assustados pelo diagnostico recente de um câncer de mama. Acabara de ser submetida ao tratamento cirúrgico.

    Conversamos longamente sobre a curabilidade do seu caso e sobre necessidade de um longo tratamento protetor. Recebeu quimioterapia, radioterapia e depois medicamentos hormonais por vários anos.

    Hoje retorna em uma consulta de rotina , livre da doença e de tratamentos. Conversamos sobre o cotidiano . Conversamos sobre família.  Fez um relato orgulhoso sobre o tempo que tem passado com os netos.

    A cor dos olhos continua a mesma mas o olhar é outro… leve, alegre e cheio de vida.

    Hoje, a cor violeta é a cor da vitória.

    violetas_18

     

  • Treinando Jovens Médicos

    São muitos os desafios da nossa especialidade.

    Talvez o maior deles seja a responsabilidade de formar um médico Residente em Oncologia.

    Porque não basta transmitir o conhecimento técnico. Oncologia vai muito além do que está escrito nos livros e do que é dito em Congressos.

    Oncologia envolve amadurecimento acelerado e responsabilidades. Ser oncologista é lidar  com  delicadas relações humanas . É aprender a se colocar junto ao paciente e familiares numa grande batalha.

    Já estamos próximos de selecionar nossa segunda turma de residentes. Buscamos treinar e entregar para sociedade jovens médicos comprometidos com o atendimento HUMANIZADO do paciente oncológico.

    E não há no mundo  desafio mais gratificante do que este. resis

     

  • Neuropatia Periférica

    Um efeito colateral frequente de ALGUNS tipos de quimioterapia (não todos ) é a neuropatia periférica.

    O paciente pode sentir dor, formigamento , dormência ou ardência que se inicia nas mãos e pés e sobe gradualmente para pernas e braços.

    É causado por um aumento na sensibilidade dos nervos das extremidades.

    Pode piorar com a exposição ao frio.

    O oncologista normalmente orienta sobre este sintoma durante as consultas.

    Pode ser amenizado  com medicamentos e acupuntura.

    Em alguns casos se faz necessário a redução da dose ou o adiamento da quimioterapia.peripheral-neuropathy-1

     

  • CÂNCER de MAMA

    Um dos mais frequentes tipos de câncer. Ainda gerando muitas dúvidas sobre o seu tratamento.

    A cura se consegue basicamente pela cirurgia ( feita pelo mastologista ) que retira o tumor da paciente.

    Na maioria dos casos a cirurgia é conservadora ( retira penas uma parte da mama)

    O Oncologista então administra alguns tratamentos ( quimioterapia, hormonioterapia, radioterapia) com o objetivo de REDUZIR a chance da doença voltar no futuro. É um tratamento PREVENTIVO.

    A quimioterapia demora de 4 a 6 meses , a radioterapia em torno de 1 mês e a hormonioterapia na forma de 1comprimido ao dia se extende por vários anos.

    Em alguns casos ( tumores grandes ) a quimioterapia pode ser feita antes da cirurgia para reduzir o tumor e facilitar o trabalho do cirurgião.

    Em alguns casos podemos realizar só a hormonioterapia, em outros só a quimioterapia , dependendo das características da paciente.

    A CURA do câncer de mama descoberto em fases INICIAIS gira em torno de 80% dos casos.

    breast-cancer-nurse

  • Quando os amigos partem

    Não existem pacientes…existem amigos. Amigos que nos honram com a sua confiança ao enfrentar uma doença ameaçadora. MUITOS casos são curáveis hoje em dia ,mas outros infelizmente ainda  não..

    Nos casos incuráveis  o tratamento oncológico objetiva o prolongamento do tempo de vida.

    É uma batalha difícil, onde aprendemos todos os dias com nossos amigos pacientes e seus familiares.

    Exemplos diários de coragem e dedicação.

    Perdemos recentemente uma grande amiga que lutou ferrenhamente contra a doença por muitos anos …mas nesse período também VIVEU intensamente , junto  de sua linda e dedicada familia.

    Logo após a partida  , sua valente filha subiu em um palco para uma apresentação de dança …e dançou lindamente… serena… trazendo no olhar exatamente o mesmo brilho e alegria de viver da mãe .

    Para Luciana, Paulo e família.ballet

     

     

     

     

  • Câncer na Internet

    A internet possibilita uma fonte inesgotável de informações . O paciente pode se informar  sobre o seu caso e os  tratamentos disponíveis. O problema é que a informaçāo acaba vindo SEM filtros e misturando dados científicos com outros de fontes NÃO confiáveis…Muita confusão acaba acontecendo.  Por exemplo: Radiocirurgia não é um tipo de cirurgia, nem todo estagio 4 de câncer é incurável, um tratamento dito natural pode ser bastante tóxico, existem no mínimo quatro tipos diferentes de carcinoma de mama ….

    A informação nunca é personalizada, ou seja , não está comentando exatamente sobre o caso do paciente pesquisadogoogleesteto.

    O recomendável é que o paciente busque sim toda informação possível na internet mas  depois CONVERSE  com seu oncologista sobre os achados. O profissional poderá filtrar a boa da má informação e selecionar quais evidencias são realmente úteis naquele determinado caso.

    A confiança mútua e a conversa franca  entre o oncologista e o paciente em todas as situações sempre é o melhor caminho.

     

  • A ERA DA IMUNOTERAPIA

    Participando recentemente do Congresso da Sociedade Americana de Oncologia , pudemos observar que a grande MAIORIA  dos novos tratamentos que estão surgindo para o combate ao Cancer são imunoterápicos. São bastante DIFERENTES  da quimioterapia tradicional.  Estes  medicamentos agem “despertando ” os mecanismos de defesa do próprio paciente para combater a célula tumoral. Estamos entrando numa nova era de tratamento extremamente PROMISSORA.imuno

     

  • Quimioterapia sempre causa nauseas e vomitos ?

    Antigamente nao existiam muitos medicamentos eficazes para prevenir e tratar a nausea e o vomito  provocados pela quimioterapia. Atualmente , com os medicamentos mais modernos,  é possível um BOM CONTROLE  deste sintoma em mais de 90% dos pacientes !

    Os medicamentos contra nausea e vomito são geralmente administrados  no soro ANTES  de iniciar a quimioterapia. Podem ser utilizados depois em casa também na forma de comprimidos ou gotas  se necessário.

     

    ¸ÎÁÅ
     

    Um bom aconselhamento com a nutricionista durante o tratamento também auxilia no controle deste efeito colateral. Alimentos como o gengibre , por exemplo, podem ter importante efeito contra nauseas. Já alimentos gordurosos devem ser evitados.

Voltar ao topo